terça-feira, 10 de maio de 2011

Resumo de Parasitologia I (dirofilária, cestodas, pulgas, artropodes, moscas, fasciola hepatica e schistosoma mansoni)

Pequeno resumo sobre parasitologia.

Dirofilária: patogenia – obstrução átrioventricular direita causando fibrose e espessamento do miocardio, além da Insuficiência Cardíaca Direita. Pode ocorrer ainda edema generalizado ou local, pela congestão das veias que chegam ao coração. Hepatite pode ocorrer por anóxia no fígado e glomérulonefrite pela migração do parasito.

Cestodas: características – platelmintos, segmentados, hemafroditas, estrutura anterior de fixação, ausência de tubo digestivo, proglotes. A ausência do sistema digestório em cestodas é importante pois deu espaço para o desenvolvimento do sistema reprodutor, tornando-se um parasita obrigatório. Seus estágios larvais podem ser: cisticerco, cenuro, hidátide, cisticercoide e outros. As medidas de controle contra a teníase e a cisticercose são: educação sanitária do homem, saneamento básico, tratamento dos infectados, eliminação e cremação de vísceras contaminadas. A importância da Taenia saginata se dá por causar cisticercose no homem, portanto é uma zoonose. No que se refere às proglotes, as da Taenia saginata são ativas e as da Taenia solium são passivas. A importância médica veterinária da Taenia hydatigena se dá pelas perdas econômicas pelos descartes de vísceras dos hospedeiros intermediários (bovinos e suínos, por exemplo). Importância da Echinococcus granulosus: é uma zoonose, onde o homem é HI, causando nele o cisto hidático (hidatite). Ciclo da Taenia: ovos nas fezes > ingestão do ovo pelo porco > estômago > eclode em embrião > atravessa a parede intestinal e atinge a circulação sanguínea > pela veia porta vai para o fígado, coração e pulmão > aloja-se em vários pontos do corpo (músculos), originando a cisticercose (o homem pode adquirir cisticercose acidentalemente pela ingestão direta do ovo). O consumo de carne com cisticercose causa a teníase no homem.

Pulgas adultas não fazem parte do ciclo do Dipylidium caninum porque apresentam um aparelho bucal picador-sugador, portanto não podem ingerir ovos do parasito, já suas larvas tem essa possibilidade. Davainea: causa enterite hemorrágica grave / ocorre em criações livres em lugares úmidos, pois seus hospedeiros são caramujos (mais patogênica). E a Raillietina: formam nódulos caseosos na mucosa intestinal / ocorre em criações fechadas e mais frequente que a outra, pois seu hospedeiro são moscas e besouros (é menos patogênica). Infecções maciças causadas por Moniezia em bovinos causam anemia intensa, esteatose hepática, constipação alternada com diarreia intensa, podendo levar a morte.

As principais características dos artrópodes são: simetria bilateral, corpo segmentado, exoesqueleto de quitina, celoma, pares de apêndices nos segmentos. Tagmatização é a fusão dos segmentos, e é importante para a realização de diferentes funções como captura de presas, trocas de gás, copulação, entre outros. O exoesqueleto nos artrópodes tem como vantagens a inserção da musculatura e asas, proteção, evita desidratação, serve como repelente hídrico, entre outros. Metamorfose incompleta possui desenvolvimento hemimetábolo (semelhante ao adulto) e a metamorfose completa possui desenvolviemento holometábolo (estruturalmente e funcionalmente distinto). As ações que os artrópodes podem exercer no hospedeiro são: irritação, pertubação, ferimentos, etc. E os artrópodes ainda podem atuar em um ciclo biológico como vetores mecânicos, biológicos e de patógenos. Os artrópodes secretam ácido úrico principalmente para economizarem água, fazendo assim com que habitem vários tipos de climas e lugares no planeta.

Moscas sinantrópicas são moscas que se aproveitam da condição que o homem oferece, portanto tem relação direta com ele, já as simbovinas aproveitam das condições criadas pelos animais de uma maneira geral (principalmente fezes) e tem relação indireta com o homem. A ingestão de matéria sólida pelas moscas se dá pelo regurgitamento e/ou salivação para que a matéria seja pré-digerida, logo após acontece sua ingestão pela mosca. Os patógenos que podem ser transmitidos pelas Chrysomya são as miíases primárias e secundárias. Nos estercos de galinhas as principais moscas encontradas são as Chrysomya putoria e a Musca domestica.

Miíase primária é quando o animal é atacado diretamente pela mosca, sem um ferimento pré-instalado, fazendo o ferimento na pele íntegra, já a miíase secundária necessita que haja um ferimento pré-estabelecido no local do ataque. As duas principais medidas para controle de moscas são o uso de inseticidas e utilização de controle biológico. Controle biológico é o favorecimento da multiplicação de inimigos naturais dos animais que queremos diminuir a população, por exemplo ácaros, vespas e o besouro “rola-bosta”.

Stomoxys calcitrans: conhecida como mosca-dos-estábulos, diferenciada da mosca doméstica pelo abdomen mais curto, pelas 4 faixas e outras 3 manchas caudais, podem causar lesões e dermatites e transmitir a AIE (anemia infecciosa equina) e hebronemose. Sobre a Heamatobia irritans: conhecida como mosca-dos-chifres, causa estresse no animal e pode transmitir habronemose e AIE.

Fasciola hepatica pertence a classe dos trematódeos e seus hospedeiros definitivos são os vertebrados. Ela causa a fasciolose, que é uma zoonose. Leva a lesão hepática e emagrecimento, sua ação aguda pode levar a morte. Os adultos se encontram nos canais biliares, causando hiperplasia do canal. Nos ovinos a patogenia é mais grave. A cercária se torna metacercária, isso é importante para ela se tornar mais resistente ao ambiente. A patogênese inclui fibrose hepática e cirrose por congestão.
Benefícios criados pelo besouro “Rola-bosta”: adubação do terreno, interrupção do ciclo das moscas simbovinas e disperção das fezes aumentando o ressecamento delas.

Schistosoma mansoni causa a esquistossomose. O hospedeiro intermediário é o caramujo Biomphalaria. É hematófago. O escape imunológico consiste na troca de membrana externa de tempos em tempos, como um disfarçe para o sistema imunológico do hospedeiro. Apresenta canal ginecóforo, onde a fêmea se aloja para amadurecimento sexual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário